Como não engordar nos EUA?



Uma das grandes queixas que ouço de pessoas que vieram morar, ou até mesmo passear, nos Estados Unidos é que elas engordaram.
Sim, ‘people’, passar uma semaninha aqui pode lhe render uns bons quilinhos.

Segundo o maridão, ano passado, quando viemos comprar o enxoval do bebê, em 15 dias engordei 9kg. Tá, sei que ele exagerou um pouco, mas realmente devo ter engordado uns 8,5kg. Hahahaha.
Se você quer manter a silhueta enxuta, imagine morar aqui nos EUA por um tempo. E justo por que tenho medo de me tornar irreconhecível a mim mesma que decidi tomar algumas medidas básicas:

* Sempre pedir ‘small’ de tudo que for comer ou beber. Posso garantir que mesmo você pedindo o menor tamanho possível, ainda te darão o bastante para sobrar.

* Restringir ao máximo o consumo de refrigerante, mesmo se for  Diet. Refrigerante aqui tem refill em todos os lugares, você pode pedir pequeno mas a cada 5 minutos o garçom te entrega outro copo cheio.  





* Mesmo na saladinha simples do dia-a-dia é melhor trocar o famoso dressing (molho de salada cremoso) por um menos calórico como o balsamic vinagrette.  


* Não ir de sobremesa, nunca, e não se deixe trair pelas fotos. Sim, sobremesa é sempre um excesso. Só depois que a sobremesa se foi eu chego à conclusão de que não precisava dela. 

O gozado é que os restaurantes e lanchonetes daqui te levam a consumir muito mais, mesmo que não lucrem nada com isso. Por só um pouquinho a mais, você é capaz de comer o dobro. É uma loucura o que esse povo come neste país, minha gente!


Mas apesar de parecer impossível, também tem gente magra neste país, não só magra, mas magra e saudável. Na contramão do comércio engor-diet, há inúmeros estabelecimentos onde só se vende comida natural, que só faz bem prá nossa saúde. 
É a onda dos alimentos orgânicos, que apesar de caros, fazem as magrinhas, e os maridos, felizes. A verdade é que nem só de guloseimas vive o homem.
Há uns dois anos fiz uma viagem de 25 dias pra cá e consegui voltar pro Brasil 3kg mais magra.
Para a minha feliz surpresa eu já tinha aprendido, com as experiências anteriores, que além da bagagem, muitas fotos e boas lembranças, eu também levava prá casa uma bela pança que demorava meses pra despachar. E é porque a gente só aprende errando que estou hoje beeem acima do meu peso.

Mas, pra quem pretende dar uns rolés na terra do Tio Sam, aqui vai o meu recado: se você quer sair bem na foto amiga, tem mesmo é que fechar a boca antes, pra não ter que murchar a barriga depois!


Beijos!!!







Comentários

  1. Oie vc me deixou um recadinho no meu blog...Obrigada passei para retribuir e aproveitei para te seguir, se quiser me seguir tbm, fique á vontade...rsrs

    Bjinhos e Bom Fim de Semana!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rosana.
    Também engordei depois da gravidez.A diferença é que meu ganho foi de 30 K e já faz 16 anos que ele nasceu.
    Seria engraçado se não fosse trágico.rsrsrs.
    Mas tudo bem, não vou ficar chorando o passado e o importante é que decidi detonar essa gordura que não é minha o mais rápido possível.
    Vou entrar em um circuito de alta performace (pessoal) á partir de amanhâ.Fui eu que inventei, se não der uma turbinada agora...sei lá
    Apesar de cansadinha vou enfrentar isso para meu bem, além do fator estético tem o fator saúde. Não dá para brincar com isso.
    já falei demais. vou te deixar em paz.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada, seu comentário é muito importante pra mim!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Calça branca

Dando um tempo

Sobre como me vejo no espelho